Como configurar uma rede doméstica wireless (Windows)

O que é necessário para configurar uma rede doméstica wireless

A variedade de opções para uma rede doméstica pode dificultar as decisões de compra. Antes de escolher que tipo de equipamento adquirir, é preciso decidir que tipo de tecnologia de rede (o modo como os computadores  numa rede conectam-se ou comunicam uns com os outros) será usado. Este artigo descreve como configurar uma rede wireless e os requisitos de hardware.

As redes sem fio usam ondas de rádio para enviar informações entre computadores. Os três padrões mais comuns de rede sem fio são 802.11b, 802.11g e 802.11n.

Características da rede wireless

Velocidade

  • 802.11b: transfere dados em uma velocidade máxima de 22 megabits por segundo (Mbps)
  • 802.11g: transfere dados a uma velocidade máxima de 54 Mbps
  • 802.11n: transfere dados a uma velocidade máxima de 300 Mbps

(Por exemplo, download de uma foto de 10 megabytes [MB] da Internet em condições ideais demora cerca de 7 segundos em numa rede 802.11b e cerca de 1,5 segundo em uma rede 802.11g ou 802.11n.)

Custo

Adaptadores de rede e routers sem fio podem custar três ou quatro vezes mais que adaptadores e hubs ou switches para cabos de Ethernet. Os produtos para 802.11b são mais acessíveis; já os produtos para 802.11n são os mais caros. Os produtos para 802.11g têm preço intermédio e oferecem uma amplitude de sinal maior do que os produtos para 802.11b e 802.11n

Prós

  • É mais fácil de mudar os computadores de lugar, já que não há fios.
  • As redes sem fio normalmente são mais fáceis de instalar do que Ethernet.

Contras

  • A tecnologia sem fio é mais cara e normalmente mais lenta que Ethernet ou HPNA.
  • A transmissão em rede sem fio pode ser afectada por interferência de obstáculos tais como paredes, grandes objectos metálicos e canos. Além disso, muitos telefones sem fio e fornos de microondas podem interferir nas redes sem fio quando estiverem em uso.
  • As redes sem fio normalmente têm metade da sua classificação de velocidade em qualquer condição que fique fora da ideal.

Requisitos de hardware

  • Adaptador para rede sem fio -Um para cada computador na rede
  • Router– Um

Adaptadores de rede: Os adaptadores de rede (também chamados de placas de interface de rede, ou NICs) conectam os computadores a uma rede para que possam comunicar entre si. Um adaptador de rede pode ser conectado à porta USB do seu computador.

Foi feita uma pesquisa para encontrar o melhor preço, a diferença de preços não era muito relevante o adaptador escolhido foi tendo em conta o protocolo de velocidade 802.11g pois para uma rede doméstica é o suficiente, a escolha foi esta:

link

Router: O Router conecta os computadores em rede (por exemplo, um router pode conectar a sua rede doméstica à Internet). Os router´s também possibilitam que você partilhe uma única conexão de Internet com vários computadores. Os routers podem ser com fio ou sem fio. Não é preciso usar um routers para uma rede com fio mas recomendamos fazê-lo caso deseje compartilhar uma conexão de Internet. Pontos de acesso transformam redes Ethernet com fio em redes sem fio. Se você deseja partilhar uma conexão de Internet  numa rede sem fio, é preciso ter um router sem fio ou um ponto de acesso.

A diferença de preço para este hardware também não diferia muito, optou-se por esta escolha  devido a ser uma promoção já com oferta de um adaptador de rede, o router escolhido foi tendo em consideração o protocolo 802.11g:

link

Etapas para configurar a rede

  1. Instalar qualquer hardware necessário.
  2. Configurar uma conexão com a Internet (opcional).
  3. Conectar os computadores.
  4. Executar o Assistente para Configuração de Router ou Ponto de Acesso Sem Fio (somente para acesso sem fio).

1) Instalar o hardware

  • Instale adaptadores de rede em todos os computadores menos  no pc vai ficar com o router. (Siga as instruções de instalação nas informações fornecidas com cada adaptador.)
  • Instale o router/modem (atribua uma senha para a sua rede)

2) Configurar ou verificar uma conexão com a Internet (opcional)

Não é necessário uma conexão com a Internet para configurar uma rede, embora a maioria das pessoas prefira usar a própria rede para partilhar uma ligação desse tipo. Para configurar uma ligação com a Internet, é necessário um modem a cabo ou DSL e . Abra o assistente Conectar-se à Internet e siga as instruções.

É preciso um ISP (provedor de serviços de Internet) e um hardware para conectar-se à Internet:

  • ISP. Um ISP fornece acesso à Internet. O processo de inscrição para obter uma conta  num provedor é tão simples quanto fazer uma assinatura telefónica.
  • Hardware. Para uma conexão de banda larga, como ADSL ou a cabo, você precisa de um modem ADSL ou a cabo. Isso geralmente é incluído como parte do hardware de inicialização do ISP quando  se inscreve  numa conta de banda larga. Para uma ligação dial-up,  precisa de um modem dial-up. Muitos computadores vêm com esse tipo de modem já instalado.

Se já tiver uma conexão com a Internet, somente precisará verificar se ela está a  funcionar. Para isso, abra o browser da Web e vá para um site que não costuma visitar. (Se for para um site visitado com frequência, algumas páginas da Web do site poderão estar armazenadas no computador e serão exibidas correctamente mesmo que sua ligação esteja com problemas.) Se o site abrir e você não receber nenhuma mensagem de erro, a sua ligação esta a funcionar.

3) Conectar os computadores

Para redes sem fio, execute o Assistente para Configuração de Router ou Ponto de Acesso Sem Fio no computador conectado ao router. O assistente o orientará ao longo do processo de adição de outros computadores e dispositivos à rede.

4) Executar o Assistente para Configuração de Router ou Ponto de Acesso Sem Fio

Execute o Assistente para Configuração de Router ou Ponto de Acesso Sem Fio no computador conectado ao router.

  • Para abrir Configurar um Router ou Ponto de Acesso Sem Fio, clique no botão Iniciar, clique em Painel de Controlo, Rede e Internet e clique em Centro de Rede e partilha. No painel esquerdo, clique em Configurar uma conexão ou uma rede e em Configurar um router ou ponto de acesso sem fio.

O assistente ira orienta-lo ao longo do processo de adição de outros computadores e dispositivos à rede.

5)Definir regras e segurança

Se estiver partilhar arquivos através de uma rede sem fio ou com computadores que estão conectados à Internet, a segurança é um factor importante. Se não tomar medidas para ajudar a proteger sua rede, é possível que invasores de Internet ou curiosos sem fio acessem seus arquivos partilhados.

Para ajudar a proteger os computadores na sua rede sem fio contra acesso não autorizado existem varias formas:

  • Instale um firewall entre a Internet e a sua rede;
  • Active WAP (Wi-Fi Protected Access)
  • Atribua senhas a pastas que deseja proteger usando o controle de acesso de nível de partilha do Windows, também conhecido como “permissões.”

Partilhar arquivos e impressora (hardware)

Existem dois tipos de impressoras compartilhadas:

  • Impressoras de rede que são conectadas diretamente a uma rede, geralmente a um dispositivo chamado servidor de impressão, em vez de a um computador em particular.
  • Impressoras locais , provavelmente as que usa, que são conectadas a um único computador numa rede. Ao configurar o partilha de impressora,  pode partilhar uma impressora local com outros computadores na rede.

Após adicionar um computador a um grupo de trabalho, você pode partilhar qualquer impressora conectada a ele. Para partilhar uma impressora, abra o painel de controlo Impressoras clique em Iniciar , apontando para Configurações (ou Painel de Controlo ) e, em seguida, clique em impressoras (ou Impressoras e  fax ). Selecione a impressora que deseja partilhar e no menu Arquivo , clique em partilha, ou clique em Propriedades e, em seguida, clique na guia Partilha . Na caixa de diálogo partilha , escolha partilhar ou não partilhar a impressora.

Programas de backup

Visão geral sobre Backup

O utilitário Backup ajuda a proteger os dados de perdas acidentais se ocorrerem falhas de hardware ou de mídia de armazenamento no sistema. Por exemplo, você pode usar o programa de Backup para criar uma cópia dos dados que estão no disco rígido e arquivá-los  noutro dispositivo de armazenamento.  A mídia de armazenamento de backup pode ser uma unidade lógica, como um disco rígido, um dispositivo de armazenamento separado, como um disco removível… Se os dados originais do disco rígido forem apagados ou substituídos acidentalmente ou se ficarem inacessíveis devido a um defeito do disco rígido, você poderá restaurar facilmenteos dados usando a cópia arquivada.

Tipos de bakups

Estes são:

  • Backups completos (consiste no backup de todos os arquivos para a mídia de backup );
  • Backups incrementais ( primeiro verificam se o horário de alteração de um arquivo é mais recente que o horário de seu último backup. Se não for é ignorado o arquivo e nao é feito backup);
  • Backups diferenciais (similares aos backups incrementais);

Programas para Backup

A maioria das pessoas sabe que devem fazer backups dos seus arquivos importantes,  mas parece que é uma daquelas coisas que muitas vezes fica adiado, até que às vezes é tarde demais. Uma das razões fica adiado por causa do tempo e dificuldade no processo de backup. Um bom programa de backup deve fazer essa tarefa tão simples e indolor possível. Se  está lendo este artigo é provável que você já sabe a importância de fazer o backup dos seus arquivos e veio à procura de algum software que irá ajudá-lo a fazer isso sem ter que gastar muito tempo aprendendo a usá-lo, neste artigo selecionei 3 dos melhores programas de software livre.

FBackup4

FBackup é um software gratuito de backup para uso pessoal e comercial. Ele protege os seus dados importantes ao fazer o backup automaticamente para qualquer dispositivo USB/Firewire, drive local ou em rede.
Os dados do backup podem ser comprimidos (usando compressão zip padrão), ou uma cópia exacta dos arquivos originais.

Possui uma interface simples e guia-o através do processo de definir a operação de backup usando um amigável assistente que pergunta-lhe:

  1. Onde quer armazenar o backup (o destino).
  2. O que quer fazer backup (as origens).
  3. Como  quer realizar o backup (usando backup completo que comprime os arquivos, ou não os comprime).
  4. Quando  quer realizar o backup (você pode agendá-lo para executar automaticamente ou realizá-lo manualmente).

  • características/recursos
    • Backups automáticos;
    • Backup com compressão zip padrão;
    • Copias exactas dos arquivos;
    • Fácil de usar;
    • Actualizações automáticas;
    • Múltiplos destinos de backup;
    • Plugins de backup;
    • Faz backups de arquivos abertos(Se um arquivo estiver em uso por outro programa no momento do backup, o FBackup ainda será capaz de fazer o backup desse arquivo);

FBackup é um software gratuito de backup, ele não é recomendado para backups de sistemas completos (backup de imagens).

Link download clique aqui

Cobian Backup 10 Beta

Cobian Backup é um dos aplicativos mais utilizados pelos usuários quando o assunto é salvar o conteúdo importante do disco rígido. O aplicativo os mantém os seus arquivos salvos quando você quiser, a partir de um clique ou periodicamente.

  • Características/recursos
    • Definição de listas, cada qual com as suas tarefas individuais;
    • Quatro modos de cópia de arquivos;
    • Agendamento com diversas configurações de horários;
    • Opções de compactação e codificação do arquivo de backup;
    • Criação de rotinas para a execução da tarefa;
    • Definição das contas de usuário em que serão executadas as tarefas.
    • Versátil;
    • Em português;

O Cobian Backup é um dos poucos softwares gratuitos que oferecem mais de uma maneira de backup,  pode optar por salvar um directório, em outra unidade de disco, ou num computador da rede ou até mesmo  num servidor na Internet, via FTP. Do mesmo modo que se pode salvar, também pode restaurar os seus arquivos por esses meios.

Link download clique aqui

Paragon Backup & Recovery Free Edition

O Paragon Backup & Recovery é muito completo e permite fazer backups do disco rígido e também de discos externos ou unidades em rede. Copie e passe tudo para um CD, um DVD ou outra mídia de armazenamento.

  • Características/recursos
    • Backup para uma unidade local, unidade de rede e mídia externa.
    • Recurso de Agendamento de Backup para definir plano de backup regular.
    • Sector de backup para salvar não só todas as informações no disco, mas também as estruturas de serviço do sistema.
    • Backup diferencial para a imagem do sector às mudanças arquivo apenas uma vez a imagem completa última sectoriais, assim, consideravelmente a economia de espaço de armazenamento de backup.
    • Restaure um disco inteiro, partições separadas ou apenas arquivos que você precisa a partir da imagem de backup criado anteriormente.
    • Restauração com Shrink para restaurar uma imagem de backup para um bloco livre de tamanho menor, tendo em conta apenas a quantidade de dados reais da imagem.
    • Partição de disco rígido e Facilities Management, incluindo o particionamento e formatação de discos rígidos (criar, formatar, apagar).
    • Montar uma partição, atribuindo uma letra de unidade de qualquer tipo de sistema de arquivos para torná-lo disponível para seu sistema operativo.
    • Modificar o arquivo de parâmetros do sistema, incluindo tornar activo / inactivo, ocultar / mostrar e alterar o número de série, etiqueta de volume, ID de partição e mais.

O programa funciona na plataforma Windows, incluindo Windows 7, Vista e XP com 32 bits e 64 bits do sistema. Pode fazer download usá-lo gratuitamente, mas  precisa de um serial livre. Durante a instalação, o programa irá pedir licença serial livre. Para obter o serial, você precisa se registrar uma conta no site oficial, clicando no botão Get serial livre. endereço de email Em seguida, preencha um pequeno formulário com nome, e do país. Após submeter o seu pedido, você receberá um e-mail com o produto-chave e número de série.

Link download clique aqui

Conclusão: Na opinião o Fbackup é destinado a um utilizador mais comum, é um programa muito bom para quem procura segurança no computador. Além de ser totalmente prático, sendo que funciona até automaticamente com pré-programação de data. Dentre o género, uma das melhores opções pois é completo e fácil de usar( interface bastante simples) grátis e em português.

Para um utilizador que entende mais de informática a melhor opção seria o  Paragon Backup & Recovery Free Edition pois tem uma gama de ferramentas que contemplam tarefas simples e mais complexas.

Segurança num computador

O computador desprotegido ou sem nenhuma ferramenta de segurança, está sempre vulnerável a vírus, aos “Hackers” e ladrões de identidade. Assim, para evitar tais problemas de segurança e roubo de identidade, deve-se ter sempre software de segurança com algumas características essenciais tais como o “firewall”, “antivírus”, etc.

1º Passo

  • Manter o Windows actualizado;

É essencial e mais do que recomendado ter o Windows sempre actualizado. É um hábito que qualquer um deve ter.

2º Passo

Antivírus

  • Microsoft Security Essencials
    • Gratuito;
    • Protecção em tempo real;
    • Protege contra vírus e spyware;
    • Leve/Consome poucos recursos.

O software anti-vírus ajuda a proteger o computador contra a maior parte dos vírus, worms, trojans e outros intrusos que podem efectuar operações nocivas tais como eliminar ficheiros, aceder a dados pessoais, ou utilizar o seu computador para atacar outros computadores.

Site oficial: Clique aqui

3º Passo

Firewall

  • Comodo Personal Firewall:

    • Monitoriza o tráfego em tempo real possibilitando a sua reacção instantânea às ameaças;
    • Garante o controlo completo dos programas que acessam à internet;
    • Interface amigável e configuração rápida;
    • Gratuito.

Cada computador ligado à internet (e, de maneira mais geral, a qualquer rede informática) é susceptível de ser vítima de um ataque de um pirata informático. A metodologia empregada geralmente pelo pirata informático consiste em percorrer a rede (enviando pacotes de dados de maneira aleatória) à procura de uma máquina ligada, seguidamente procura uma falha de segurança para a explorar e aceder aos dados que aí se encontram.

Site oficial: Clique aqui

4º Passo

Antispyware e Antimalware

  • SpyBot Search & Destroy
    • Fácil utilização/ Interface amigável;
    • Protecção em Tempo Real;
    • Protecção dos navegadores Opera, Firefox e Internet Explorer;
    • Corrige as falhas.

Além de remover spywares, ele cria uma defesa importante para o sistema operativo: protege o registo de alterações sem o nosso consentimento. Trabalha integrado na shell do windows e avisa quando alguma aplicação tenta alterar o registo. É imprescindível para a estabilidade do computador. Bloqueia sites maliciosos, cookies de rastreamento e controles ActiveX nocivos( no Internet Explorer).

Site oficial: Clique aqui

  • Malwarebytes
    • Protecção contra Malwares;
    • Prático e eficaz;
    • Actualizações diárias.

Este software não tem protecção em tempo real por isso é aconselhado fazer scan uma vez por semana. Todas as funções do software estão separadas por separadores. Interface prática e intuitiva.

Site oficial: Clique aqui

5º Passo

Optimizador

  • CCleaner
    • Limpa ficheiros temporários da internet;
    • Limpa chaves de registo inválidas;
    • Corrige erros no registo do Windows.

É um programa para assegurar a privacidade e também optimiza o sistema.

Site oficial: Clique aqui

Conselhos

  • Fazer um scan completo uma vez por semana com o antivirus e os antispywares;
  • Manter os programas e o Windows sempre actualizados;
  • É aconselhável usar sempre uma password com, pelo menos, 20 caracteres na rede sem fios;

windows defender firewall vs outpost firewall

Windows Defender

O Windows Defender é o novo nome do Microsoft Anti-Spyware.

Mais do que um Anti-Spyware, o Windows Defender (como o próprio nome diz) atua como um sistema de defesa do Windows, monitorando todas as ações e bloqueando as alterações que podem ser nocivas ao sistema.

O Windows Defender será parte integrante do Windows Vista, mas também será disponibilizado para os usuários do Windows XP mediante o sistema WGA (Windows Genuine Advantage). Maiores informações sobre o WGA podem ser obtidas no site da Microsoft:
http://www.microsoft.com/

Dentre as características do Windows Defender destacamos:
– Atualizações automáticas do banco de dados de spywares
– Banco de dados de Spywares mundial (MS SpyNet)
– Histórico das ações
– Quarentena
– Controle dos programas em execução

Outpost Firewall Free 2009

Outpost Firewall Free oferece-lhe uma sólida firewall, com os pacotes básicos e filtragem de aplicações, de forma a salvaguardar os seus dados contra terceiros. E mais, obtém uma avançada protecção contra actividades ilegais de programas, que irá ajudar a parar ameaças desconhecidas.

Uma gratuita solução de protecção que promete ter um impacto reduzido nos recursos do seu sistema, tornando-se numa mais valia para um computador desprotegido.

Principais características:

  • Firewall bidireccional
  • Protecção que não consegue ser desligada por hackers
  • Monitorização do comportamento das aplicações
  • Intuitivo

Como montar um cabo de rede RJ45

Trabalho de turma em que filmamos todos os passos para montar um cabo de rede RJ45

Comparativo de preços de Internet/Televisão/Telefone

Para quem quer ter um serviço de Internet + televisão+telefone fiz uma pesquisa,  e comparei os melhores preços e vou apresenta-los de seguida, a pesquisa foi feita tendo em conseridação que o uso da internet é para utilização simples ( visitar paginas web e pouca utilizaçao de downloads).

ZON

A zon oferece um pacote ( Enjoy HD) com:

  • tv 100 canais ( + 14 canais de radio);
  • Internet 20 mb ( tráfego ilimitado nacional/internacional);
  • telefone (chamadas nacionais fixas grátis das 21h as 9h);
  • Na adesão online aos Pacotes oferta do Router Wireless Wideband, Taxa de activação ZON BOX e Telefone com fios ZON Classic;

A Zon pede por este pacote uma mensalidade de 44,90€

ZON Fibra

A Zon oferece um pacote ( Enjoy HD) com:

  • tv 114 canais ( + 14 canais de radio);
  • Internet 50 mb ( tráfego ilimitado nacional/internacional);
  • telefone (chamadas ilimitadas);
  • Na adesão online aos Pacotes ZON FIBRA (TV+NET+PHONE) oferta do Router Wireless Wideband, Taxa de activação ZON BOX (HD+DVR ou HD+) e Telefone com fios ZON Classic;

MEO

A MEO oferece um pacote (meo suf 20- televisao + internet) com:

  • tv 100 canais ( Acesso ao vídeo clube com 2000 filmes á escolha);
  • Internet 20 mb (  tráfego nacional internacional ilimitado);
  • Na adesão online aos Pacotes inclui a oferta da activação (25€) e da instalação( 80€);
  • Promoção nos primeiros 3 meses a mensalidade é a metade do preço ( 22,95€);

A MEO pede por este pacote uma mensalidade de 39,90 entre o 4º e o 12º mês mais o acréscimo da meo boxe de 3,5€.

MEO Fibra

A MEO oferece um pacote ( total 20) com:

  • tv 70 canais ( Acesso ao vídeo clube com 2000 filmes á escolha);
  • Internet 20 mb (  tráfego nacional internacional ilimitado);
  • Na adesão online aos Pacotes inclui a oferta da activação (25€) e da instalação( 80€);
  • Promoção nos primeiros 3 meses a mensalidade é a metade do preço ( 27,95€);

A MEO pede por este pacote uma mensalidade de 49,90 entre o 4º e o 12º mês mais o acréscimo da meo boxe de 3,5€.

CLIX

A Clix oferece um pacote (tv + net + voz) com:

  • tv 65 canais ( + 5 opcionais)  ( Acesso ao vídeo clube com 2000 filmes á escolha);
  • Internet  até 24 mb (tráfego ilimitado);
  • telefone sem assinatura;
  • Na adesão aos Pacotes inclui a oferta da activação (25€) e da instalação( 80€) e da instalação de linha (99€);

A Clix pede por este pacote uma mensalidade de 39,98€

CLIX Fibra

A Clix oferece um pacote (tv + net + voz) com:

  • Na adesão aos Pacotes inclui a oferta da activação  e da instalação, modem wireless, oferta da 1ª mensalidade
  • tv 65 canais ( ( Acesso ao vídeo clube com 2000 filmes á escolha);
  • Internet  até 50 mb (tráfego ilimitado durante 24 meses);
  • telefone (Chamadas imitadas);
  • vídeo clube

A Clix pede por este pacote uma mensalidade de 49,90€

Vodafone ADSL

  • Internet  até 24 mb (tráfego ilimitado);
  • telefone (Chamadas imitadas);
  • Na adesão aos Pacotes inclui a oferta da activação  e da instalação, modem wireless  e oferta de rede móvel

A Vodafone pede por este pacote uma mensalidade de 19,90€

Sapo ADSL

  • Internet  até 12 mb (tráfego ilimitado);
  • telefone (Chamadas imitadas);
  • Na adesão aos Pacotes inclui a oferta da activação  e da instalação, modem wireless  e oferta de rede móvel

A Sapo pede por este pacote uma mensalidade de 19,99€

Conclusão: A empresa que oferece o melhor pacote em termos de qualidade/preço é a Clix tem internet até 24 Mb Tv com 65 canais e oferece a instalação completa com modem (wireless), box tudo por 39,98€ , Se quiser optar pela fibra optica a melhor opção é a Clix tem melhores promoções e melhor preço só tem um contra tem menos canais.

Para ver mais clique Aqui

Mas s a sua opção é só Internet tem a Vodafone  ADSL por 19,90€ tem Internet e telefone com chamadas ilimitadas e oferecem a instalação e o modem wireless que permite ter vários computadores ao mesmo tempo com acesso á Internet.

Para ver mais clique aqui

Atençao: Estes comparativos de preços aqui apresentados só são possíveis  se o cliente se encontrar numa Zona CLIX, SAPO, MEO, ou ZON (mediante a operadora que escolher tem de verificar se pertence a alguma destas zonas).

Sistemas de Conversões

• Os computadores são formados por circuitos digitais
• A informação e os dados são codificados em zeros e uns (linguagem máquina)
Existem 4 tipos de sistemas de numeração:
  • Sistema de numeração binária utiliza combinações dos dígitos 0 e 1
  • Sistema de numeração hexadecimal utiliza combinações dos dígitos de 0 a 9 e letras de A a F
  • Sistema de numeração decimal utiliza combinações dos dígitos de 0 a 9
  • Sistema de numeração octal utiliza combinações dos dígitos de 0 a 7
É possivel converter de uma numeração para outra como está a baixo exemplificado;

Conversão de binário para decimal

•Começa-s a ler o número da direita para a esquerda:

– Primeiro digito representa  a potência de base 2  e expoente 0;

– Segundo digito representa  a potência de base 2  e expoente 1;

– Terceiro digito representa  a potência de base 2  e expoente 2;

– nésimo digito representa  a potência de base 2  e expoente n-1;

•Somar as multiplicações parciais efectuadas entre o dígito e a potência a ele atribuída

 

Conversão de Decimal para Binario

-Efectuar divisões sucessivas por 2 até se obter o quociente 1
-Agrupar o último quociente e todos os restos da divisão encontrados por ordem inversa.

Exemplo:

Conversão de decimal para octal

-Efectuar divisões sucessivas por 8 até se obter o quociente menor que 8

-Agrupar o último quociente e todos os restos da divisão encontrados por ordem inversa.

Conversão de octal para decimal

•Começando a ler o número da direita para a esquerda:

– Primeiro digito representa  a potência de base 8  e expoente 0;

– Segundo digito representa  a potência de base 8  e expoente 1;

– Terceiro digito representa  a potência de base 8  e expoente 2;

– nésimo digito representa  a potência de base 8  e expoente n-1;

•Somar as multiplicações parciais efectuadas entre o dígito e a potência a ele atribuída

Conversão de decimal para Hexadecimal

-Efectuar divisões sucessivas por 16 até se obter o quociente menor que 16
-Agrupar o último quociente e todos os restos da divisão encontrados por ordem inversa.
-Atenção o resto da divisão e ultimo quociente podem tomar o valor de letras: A=10 ; B=11; C=12; D=13; E=14; F=15 se o resto da divisao ou o quociente tomer algum destes valores tem que se substituir pelas letras.

Conversão de Hexadecimal para decimal

•Começa s a ler o número da direita para a esquerda:

– Primeiro digito representa  a potência de base 16  e expoente 0;

– Segundo digito representa  a potência de base 16  e expoente 1;

– Terceiro digito representa  a potência de base 6  e expoente 2;

– n  nésimo digito representa  a potência de base 16  e expoente n-1;

Somar as multiplicações parciais efectuadas entre o dígito e a potência a ele atribuída

Atençao: Se o sistema numerico estiver na base binaria e for necessario converter para hexadecimal primeiro é necessario converter para decimal e só depois para hexadecimal, ou ao contrario; ou se por exemplo o sistema numerico estiver na base octal e for necessario converter para hexadecimal primeiro é necessario converter para decimal e só depois para hexadecimal ou ao contrario se tiver na base hexadecimal e for necessario converter para octal primeiro converte-se para decimal.

 

Endeços IP e Mascaras de Sub Rede

Endereço IP (Internet Protocol)

Trata-se de uma tecnologia que permite a comunicação padronizada entre computadores, mesmo que estes sejam de plataformas diferentes.A comunicação entre computadores é feita através do uso de padrões, ou seja, uma espécie de “idioma” que permite que todas as máquinas se entendam. Por outras palavras, é necessário fazer uso de um protocolo que indique como os computadores se devem comunicar. No caso do IP, o protocolo aplicado é o TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol). Existem outros, mas o TCP/IP é o mais conhecido, além de ser o protocolo usado na internet.

O uso do protocolo TCP/IP não é completo se um endereço IP não for utilizado. Se, por exemplo, dados são enviados de um computador para outro, o primeiro precisa saber o endereço IP do destinatário e este precisa saber o IP do emissor, caso a comunicação exija uma resposta. Sem o endereço IP, os computadores não conseguem ser localizados numa rede.

Os endereços IP são divididos em classes:

Classe A

Suporta redes extremamente grandes, com mais de 16 milhões de endereços de host disponíveis.
O primeiro bit de um endereço de classe A é sempre 0, o menor número que pode ser representado é 00000000, que
também é o 0 decimal.O maior número que pode ser representado é 01111111, equivalente a 127 em decimal.
Os números 0 e 127 são reservados e não podem ser usados como endereços de rede. Qualquer endereço que comece com um valor entre 1 e 126 no primeiro octeto é um endereço de classe A.
A rede 127.0.0.0 é reservada para testes de loopback. As máquinas podem utilizar este endereço para enviar
pacotes para si mesmose, este endereço não pode ser atribuído a nenhuma
rede.

Classe B

Utilizado para redes de médio e grande porte. Um endereço IP de classe B utiliza os dois primeiros octetos para indicar o endereço da rede, os outros dois octetos especificam os endereços dos hosts. Os dois primeiros bits de um endereço classe B são sempre 10. O menor número que pode ser representado por um endereço classe B é 10000000, equivalente a 128 em decimal, o maior número que pode ser representado é 10111111, equivalente a 191 em decimal. Qualquer endereço que comece com um valor no intervalo de 128 a 191 é um endereço classe B.

Classe C

É a classe de endereços IP mais utilizada. Suporta redes pequenas com um máximo de 254 hosts. Os três primeiros bits de um endereço classe C são sempre 110. O menor número que pode ser representado é 11000000, equivalente a 192 em decimal, o maior número que pode ser representado é 11011111, equivalente a 223 em decimal.
Qualquer endereço que comece com um valor no intervalo de 192 a 223 é um endereço classe C.

Classe D

A classe de endereços D foi criada para permitir multicasting com um endereço IP. Um endereço de multicast é um endereço de rede que direcciona os pacotes com esse endereço de destino para grupos predefinidos de endereços IP.
Uma única estação pode transmitir simultaneamente um único fluxo de dados para vários destinatários.
Os quatro primeiros bits de um endereço classe D são sempre 1110.
O intervalo de valores do primeiro octeto dos endereços de classe D vai de 11100000 a 11101111, ou de 224 a 239 em decimal.Um endereço IP que comece com um valor no intervalo de 224 a 239 é um endereço classe D.

Classe E

Endereços reservados, os primeiros quatro bits de um endereço classe E são sempre 1s. O intervalo de valores no primeiro octeto dos endereços de classe E vai de 11110000 a 11111111, ou de 240 a 255 em decimal.

Quadro resumo das Classes de Endereço IP:

A seguir apresento uma tabela com as principais características de cada Classe de Endereços IP:

Mascaras de Sub Rede:

Para identificar a classe IP que está a ser utilizada numa rede, usa-se um conceito conhecido como máscara de sub-rede. Se, por exemplo, um byte é usado para identificação da rede, tal byte na máscara de sub-rede será 255. Mas, se um byte é usado para a identificação de um computador e não de uma rede, o seu valor na máscara de sub-rede é 0 (zero, valor predefanido). A tabela a seguir mostra um exemplo dessa relação. É importante frisar, no entanto, que o conceito de máscara de sub-rede é mais complexo (aqui é mostrado apenas a utilização mais comum), de forma que os números que a envolvem podem ser diferentes de 255 e de 0, já que a quantidade de classes é maior.

Classe A
Endereço IP: 10.2.68.12
Identificador da rede: 10
Identificador do computador: 2.68.12
Máscara de sub-rede: 255.0.0.0

Classe B
Endereço IP: 172.31.101.25
Identificador da rede: 172.31
Identificador do computador: 101.25
Máscara de sub-rede: 255.255.0.0

Classe C
Endereço IP: 192.168.0.10
Identificador da rede: 192.168.0
Identificador do computador: 10
Máscara de sub-rede: 255.255.255.0

O que é a internet/serviços basicos

O que é a Internet?

A Internet, também conhecida por Net, consiste numa rede de computadores ligados entre si através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços de telecomunicação.Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem comum – protocolo -, permitindo integrar redes locais de empresas, museus, hospitais, escolas, instituições governamentais e outras entidades, numa enorme rede de comunicações. É esta grandiosa rede que nos permite comunicar através de mensagens electrónicas e aceder a uma quantidade enorme de informações e serviços, uma poderosa fonte de informação para estudantes, investigadores, empresários, etc.

Serviços basicos da internet

Correio Electrónico (e-mail)

Provavelmente o recurso mais usado na Internet. Possibilita o envio e recepção de mensagens electrónicas por computador para qualquer utilizador da Internet, desde que possuam um endereço. Económico e rápido, independentemente da localização geográfica. Para além de texto, podemos enviar todo o tipo de ficheiros numa mensagem, desde programas, imagens vídeo e áudio.

A estrutura de um e-mail é a seguinte:
aluno1234@eb23jdmeira.pt
conta-correio@subdominio.dominio

Emulação de terminal(telnet)

É um meio alternativo para usar alguns serviços da rede, útil quando se deseja alterar alguma senha de acesso, ou aceder a algum serviço do servidor. O Telnet permite apenas aplicações em modo texto, portanto, funciona exclusivamente por teclado, sem gráficos (figuras).

Transferência de ficheiros(FTP)

O FTP (File Transfer Protocol) ou protocolo de transmissão de arquivos é a ferramenta mais utilizada para enviar todo tipo de arquivos de uma máquina para outra através da Internet. O FTP coloca à frente do usuário um enorme horizonte de possibilidades porque lhe permite obter todo tipo de arquivos, desde uma nova versão do navegador até o último ICQ, passando por um bom número de arquivos MP3. Tudo isto de forma simples e, na maioria das vezes, sem gastar um centavo. Assim como muitas outras tecnologias montadas sobre Internet, o FTP funciona com o modelo “cliente / servidor”. O “cliente” é o software que o usuário tem no seu PC e que “pede” os arquivos, enquanto que o servidor é o que entrega ou “serve” aos usuários. Podemos dizer então que  numa operação por FTP entram em jogo três elementos:

  • O servidor FTP conectado a Internet com arquivos disponíveis para download.
  • Um programa instalado na máquina do usuário que funcione como cliente para receber os envios.
  • O arquivo para transferir.

Ferramentas populares para fazer FTP são o Bullet Proof FTP, WS FTP, Transoft FTP Control, FTP Voyager e inclusive manipuladores de arquivos como o Windows Commander. Todos estes programas reúnem duas características fundamentais: são fáceis de usar e podem ser obtidos pela Web de forma gratuita (pelo menos uma versão de prova por um período de tempo determinado). Os servidores FTP têm na Internet um endereço parecido a dos sites Web. Se tentar-mos aceder ao servidor FTP há que escrever ftp://ftp.microsoft.com. (Atenção: nem sempre o endereço do site Web coincide com o do servidor FTP).

Serviços de busca de informação(www)

É a World Wide Web, o serviço que disseminou a Internet pelo mundo. É uma grande teia mundial onde é possível aceder hipertextos (documentos que podem ter textos, imagens, sons e vídeos), que são documentos que possuem a característica de ter “links” (ligações) pelos quais se pode saltar de uma parte para outra de um mesmo documento, ou para outro documento. Esta última característica permite que todos os arquivos armazenados nos  servidores possam ser acedidos, desde que os “links” sejam correctos. Assim sendo, criou-se a possibilidade de procurar informações num volume de dados enorme e impossível de ser atingido, antes da internet. Esses documentos são acedidos por meio de programas navegadores (browsers) que possibilitam a visualização do conteúdo das páginas. Os navegadores também incluem outros recursos por meio de alguns programas (plug-ins e add-ons) que se incorporam ao navegador (ex.: som, imagem 3D, vídeo e de FTP, que permite a cópia de arquivos).

Foruns de discussão(newsgroups)

Providenciam espaços ou fóruns de discussão onde os utilizadores podem abordar um assunto específico,  são abertos ao público. A organização é estruturada por temas e os utilizadores participam enviando artigos escritos ou fazendo comentários sobre o tema pelo qual se interessam. O envio e consulta é semelhante ao funcionamento do correio electrónico, a grande diferença é que aqui as mensagens não são trocadas entre os utilizadores, mas residem no servidor onde todos os utilizadores podem consultar a informação. Este serviço é conhecido por USENET ou news.

Video Conferencia/Chat

Serve para estabelecer diálogo com outras pessoas, usando som e vídeo. Utilizada em empresas, na realização de reuniões entre pessoas situadas em diferentes pontos do país, por hospitais e centros de saúde com carência de médicos para a realização de consultas e operações, por instituições de ensino à distância, por tribunais, etc.
Necessita de um programa e equipamento adequado:
Câmara e microfone para som e vídeo.
Programa Netmeeting da Microsoft:
Whiteboard, Chat, Internet directory, transferência de ficheiros, partilha de programas, utilização remota de um computador, segurança, advanced calling.

Comunicação em tempo real (chat):
O IRC (Internet Relay Chat) é o serviço utilizado para conversar com outros utilizadores em tempo real.Para utilizar o IRC é necessário utilizar um programa apropriado, sendo os mais conhecidos o mIRC, o ICQ e o messenger (MSN, Yahoo, Sapo, etc.)

Todos partilham os mesmos conceitos:
Cliente IRC
Servidor de IRC
Nick
Canal de IRC
Rede de IRC

É possível definir uma lista de amigos e detectar quando um deles entra ou sai da Net.

Topologias fisicas de Redes

Uma topologia de rede é um mapa da rede. A topologia física da rede descreve o layout dos cabos e postos de trabalho e a localização de todos os componentes da rede. A escolha de como os computadores vão ser ligados numa rede pode ser um assunto crítico, uma má escolha da topologia física pode levar mais tarde a custos desnecessários assim como a um mau aproveitamento dos recursos da rede. Seguem-se as topologias físicas mais comuns:

  • LANs
    • Bus (Barramento);
    • Star (Estrela);
    • Ring (Anel);
  • MANs (configurações híbridas)
    • Backbone (Espinha dorsal)
    • Tree (árvore ou estrela hierárquica)
  • WANs
    • Mesh (Malha)

TOPOLOGIA EM ANEL

A topologia em anel é caracterizada como um caminho unidirecional de transmissão, formando um círculo lógico, sem um final definido. A estratégia de controle pode ser centralizada ou distribuída.O sinal originado por um nó passa em torno do anel, sendo que em cada nó o sinal é regenerado e retransmitido. Como acontece em qualquer topologia, cada estação, ou nó, atende por um endereço que, ao ser reconhecido por uma estação, aceita a mensagem e a trata.Uma interrupção no anel pode ser prontamente identificada e isolada, uma vez que o transmissor não recebe a confirmação da recepção da mensagem por ele enviada. A correcta localização da estação defeituosa pode ser efectuada por cronometragem da mensagem, ou ausência de “status” da estação.

  • Vantagens
    • Pequeno comprimento de cabo
    • Não são necessários armários de distribuição de cabos dado que as ligações são efectuadas em cada um dos nós.
    • O desenho das cablagens é bastante simples.
  • Desvantagens
    • A falha de um nó provoca a falha da rede.
    • Dificuldade de localização de falhas (a falha de um nó provoca a falha de todos os outros).
    • Dificuldade em reconfigurar a rede (instalação de vários nós em locais diferentes).Dificuldade no estabelecimento de protocolo de acesso à rede dado que cada nó terá que assegurar a continuidade da informação e só depois poderá enviar a sua própria informação após a certificação de que a rede está disponível

Topologia em Barramento

Na topologia em barramento pode ser empregada a comunicação com caminhos bidireccionais. Todos os nós são conectados directamente na barra de transporte, sendo que o sinal gerado por uma estação propaga-se ao longo da barra em todas as direcções.Cada nó atende por um endereço na barra de transporte, portanto, quando uma estação conectada no barramento reconhece o endereço de uma mensagem, esta a aceita imediatamente, caso contrário, a despreza.

  • Vantagens
    • A facilidade de instalação
    • É relativamente económica
    • Usa menos cabo que as outras topologias
  • Desvantagens
    • A dificuldade de mudar ou mover nós.
    • Praticamente não tem tolerância a falhas, caso falhe um dos nós toda a rede vai a baixo.
    • Dificuldade de diagnosticar falhas ou erros.

Topologia em Estrela

A topologia em estrela é caracterizada por um determinado número de nós, conectados em uma controladora especializada em comunicações.Como esta estação tem a responsabilidade de controlar os enlaces, esta deve possuir elevado grau de inteligência, uma vez que todo o controle de fluxo de mensagens através da rede deve ser por ela efectuado. A arquitectura SNA da IBM explora este tipo de topologia, pois ela foi concebida em camadas de forma hierárquica, atribuindo responsabilidades a cada um desses componentes.As controladoras mais evoluídas operam de forma a tornar a rede o menos vulnerável possível – em geral estas possuem duplicidade dos componentes mais críticos – , pois sua interrupção causar a paralização de toda a rede. Já as paralizações em nãs adjacentes às controladoras poderão ser facilmente identificadas, e inclusive procedimentos de recuperação podem ser activados automaticamente.

  • Vantagens
    • Facilidade de modificação do sistema, já que todos os cabos convergem para um só ponto.
    • Um dispositivo por derivação, se esta falhar só esse dispositivo é afectado.
    • Fácil detecção e isolamento de falhas, dado que o nó central está directamente ligado a todos os outros.
    • Simplicidade no protocolo de comunicações. Resume-se a seleccionar qual o nó periférico que em cada momento está ligado ao nó central.
  • Desvantagens
    • Maior comprimento de cabo para efectuar ligações. A distância máxima sem amplificação é de apenas 100 m.
    • Dependência do nó central, se este falha, a rede fica inoperacional.
    • O número de portas de um concentrador é limitado e quando for atingido o limite de portas disponíveis é necessário adquirir outro e interligá-lo com o existente.
    • Em comparação com a topologia em barramento, os seus custos são mais elevados.

Topologia em Espinha Dorsal (Backbone)

Uma rede muito complexa, por exemplo num campus universitário ou numa grande empresa, necessita de um modo inteligente de identificar que parte da rede é que queremos. Para isso geralmente, “parte-se” a rede em segmentos. Estes podem ser topologias de redes diferentes, embora a comunicação seja feita como de uma única topologia se tratasse.

Um backbone é a parte da rede à qual todos os segmentos e servidores se ligam. Ele providencia a estrutura para a rede e é considerado a parte principal da rede; normalmente utiliza ligações de alta velocidade como o FDDI. Todos os segmentos e servidores ligam directamente ao backbone de modo a que qualquer segmento esteja somente à distância de um segmento dos servidores daquele backbone. Dado que os segmentos estão próximos dos servidores, isso torna a rede muito mais eficiente.

Um segmento é o termo generalista para qualquer secção da rede que não faça parte do backbone, somente os servidores ligam directamente ao backbone, todos os outros postos ligam a um segmento.

Topologia em Estrela Hierárquica ou Árvore

Tipologia física baseada numa estrutura hierárquica de várias redes e sub-redes. Existem um ou mais concentradores que ligam cada rede local e existe um outro concentrador que interliga todos os outros concentradores.

Esta topologia facilita a manutenção do sistema e permite, em caso de avaria, detectar com mais facilidade o problema.

Topologia em Malha(Mesh)

Os computadores interligam-se entre sí, ponto a ponto, ou seja existem diversos caminhos para chegar ao mesmo destino.
É criada uma malha de caminhos possíveis.

É muito utilizada em redes WAN como é o caso da Internet

« Older entries